Um dos passeios mais emblemáticos para se fazer em Santiago é visitar La Chascona a casa de Pablo Neruda na cidade que está em praticamente 11 de 10 roteiros dos turistas na capital chilena.

La Chascona: História

Pablo Neruda, em 1953, começou a construir uma casa em Santiago, para Matilde Urrutia, seu então amor secreto. Em sua homenagem batizou a casa de “La Chascona“, que era o apelido que ele deu a ela devido o seu cabelo vermelho abundante.

la-chascona-santiago-chile6* Turistas animadas em visita a La Chascona em Santiago. *

A construção foi confiada a do arquitecto catalão Germán Rodríguez Arias. Quando ele viu o terreno tão íngreme previu que os habitantes da casa seriam condenados a viver subir e descer escadas. Ele projetou a casa de frente para o sol, o que significava com vista para a cidade. Mas Neruda queria vista para as montanhas. 

la-chascona-santiago-chile* A casa construída no Cerro San Cristóbal conta com muito verde e ótimas áreas de lazer na parte externa. *

Muitos dos amigos de Neruda ficaram escondidos em “La Chascona” durante a época da ditadura chilena. Incluindo o muralista mexicano Diego Rivera, que pintou um retrato de Matilde com duas cabeças. Se você olhar cuidadosamente os cabelos, aparecem um perfil distorcido de Neruda, que ainda mantinha o romance com Matilde em segredo. Esta é uma das peças mostradas hoje na casa museu.

la-chascona-santiago-chile3* Icônico quadro de duas cabeças em “La Chascona”. *

Em fevereiro de 1955, Neruda se separou de Delia del Carril e se mudou definitivamente para “La Chascona”. A casa tinha continuado a crescer com a adição de uma cozinha e sala de jantar. Posteriormente, o bar e biblioteca foram construídos.

la-chascona-santiago-chile5* Mesa posta em “La Chascona” antiga residência, hoje museu sobre Pablo Neruda em Santiago,  Chile. *

La Chascona: O que ver

Em “La Chascona” são conservadas entre outras coleções, uma galeria de arte interessante, com obras de pintores chilenos e estrangeiros de todos os tempos. Há também uma coleção de esculturas em madeira africanas e outros móveis e objetos de designer Piero Fornasetti. Além  de ambientes particulares de Neruda, como a sua sala de jantar com louças e talheres originais.

La Chascona é uma das três casas-museu em homenagem a Neruda. Em casa cômodo com sua decoração peculiar é interessante notar como vivia o escritor ganhador do prêmio Nobel de literatura em 1971. E sim, como grande parte das atrações de Santiago a casa fica numa subida do Cerro San Cristóbal e algumas partes da casa são extremamente estreitas e com teto baixo e escadas desafiadoras.

la-chascona-santiago-chile4* Escadas. Escadas estreitas. La Chascona. *

La Chascona: Como chegar

Endereço: Fernando Márquez de la Plata 0192, Bairro Bellavista, Providencia, Santiago

Horário de funcionamento:

– Janeiro e fevereiro: de terça a domingo, das 10 às 19 horas
– Março-dezembro: terça a domingo de 10 a 18 horas
– Fechado às segundas.

Para a visita está disponível o áudio-guia em 5 línguas: Inglês, Francês, Português, Alemão e Espanhol.

Valores:

Admissão geral: $ 7.000 pesos chilenos por pessoa
Entrada preferencial: $ 2.500 pesos chilenos para estudantes e chilenos com mais de 60 anos

Libriana. Paulista. Amo filmes antigos, músicas, TV, seriados, internet. Apaixonada por cosméticos e viajar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *